Singa Dorje Lama, nasceu em 1974, na cidade de Kyul – 6, em Sindhupalchok, Nepal. Descendente de família de Lamas budistas da linhagem Nyngma, Singa Dorje hoje faz parte de uma família de artistas que segue a tradição budista tibetana, e que produzem entre suas obras: esculturas, altares, tapetes e pinturas sagradas, que inclui Thankas e Templos.

Singa Dorje, especialista em monastérios, aprendeu a arte de pintar imagens budistas, com o seu tio Djampa Dorje Lama quando tinha apenas 13 anos de idade. Foram 6 anos de aprendizado intenso até pintar a sua primeira thanka, do Budha Sakyamuni. Desde então, foram muitos trabalhos até pintar o seu primeiro Templo na fronteira com o Tibet.

Entre suas várias obras, muitas se encontram no Nepal, Índia, Tibet e agora no Brasil, onde viveu 7 anos a convite de Sua Eminência Chagdud Tulku Rinpoche, pintando o templo principal, Khadro Ling; a Terra Pura de Padmasambhava, Zangdog Palri; e outros importantes monumentos.
 

Singa Dorje pintando Nangsid Zilnon Padma Jungne